segunda-feira, 4 de julho de 2011

O QUE É SPC E SERASA?


Dedicado: Fabiana Ribeiro

Ao contrário de que muitos pensam o SPC e SERASA não são órgãos do governo. E sim, bancos de dados privados, que fornecem informações sobre crédito das pessoas e/ou empresas a quem contratar os seus serviços mediante pagamento de tarifas pelas consultas. O governo já conta com seus bancos de dados próprios, por exemplo, CCF (cheques), SCR (risco de crédito) e o CADIN (tributos).
A diferença entre SPC e SERASA é que o primeiro consta informações de quem anda inadimplente com o comércio. Já o SERASA consta informações de quem deve para as instituições financeiras (bancos). Você só ingressará nestes bancos de dados caso for devedor nestes estabelecimentos.
Na prática, se o seu nome estiver no SPC/SERASA dificilmente você conseguirá tomar crédito no mercado, fazer financiamentos, empréstimos, carnês e prestações. O nome vinculado a estes bancos de dados significa dizer que aquela pessoa é um mau pagador. Toda vez que você se dirige a um estabelecimento para obter crédito, este consultará seu nome para saber se consta ou não no SPC/SERASA.
Quando você deixa de honrar seus compromissos no prazo combinado com o estabelecimento que lhe concedeu o crédito, este estabelecimento encaminhará o seu nome para estes bancos de dados. Tanto o SPC como o SERASA, são obrigados a avisar você sobre a negativação do seu nome através de uma carta registrada informando a você que deverá regularizar a pendência no prazo de 10 dias. Caso não regularize dentro deste prazo seu nome será negativado automaticamente.
Para saber se seu nome consta nos cadastros de inadimplentes você precisa ir pessoalmente a um dos postos de atendimento e pedir uma certidão com os dados desejados. Não se esqueça de levar seu documento de identidade e o número do seu CPF. Caso você não possa comparecer ao local, pode nomear um procurador para isso. Lembrando que essa consulta é gratuita, nenhum órgão poderá te cobrar por ela. Se quiser encurtar este caminho, peça a um conhecido que trabalha no comércio para levantar sua “capivara”. Também tem a opção por carta com aviso de recebimento.
Atenção: Com o CADASTRO POSITIVO em vigor, é aconselhável não fazer parte do cadastro de inadimplentes e deixar de usufruir dos benefícios do cadastro de adimplentes. Caso você se encontre na situação de devedor, quite o mais rápido possível os seus débitos.

Escrito por: Fabiano Silva de Sant’Ana
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário